quinta-feira, maio 01, 2008

encruzilhada carioca

A nossa intervenção será na encruzilhada das avenidas presidente vargas com rio branco, entre as 11 da manhã às três da tarde dessa segunda-feira e lá realizar nosso evento nadista.
Propostas são super bem-vindas, mas precisam ser factíveis com o tempo que temos para realizá-las.
Com certeza teremos faixas com dizeres como "chute o balde!" , "faça nada" e "trabalho mata", entre outras. Amanhã (sexta) vamos comprar o morim e à tarde, pintar as faixas.
Filipetas serão distribuídas aos passantes com temas nadistas.
Uma enorme bandeira (nadista ou flamenguista?) será hasteada.
Ouvi dizer que alguém está aprontando uma fila de camas para passar pelo sinal fechado. E que serão tantas as camas, umas atrás das outras, que quando o sinal abrir ainda vai ter cama passando a faixa. Ouvi dizer...que a produção está tentando confirmar a presença da globo, mas há membros que são contra a empresa do falecido roberto marinho. Também ouvi dizer que um "executivo" será despido e humilhado no centro da cidade. E que lhe cortarão a gravata do pescoço dele e seus pedaços serão distribuídos como souvenir do Dia do Nada. Ouvi dizer. E que o pessoal do evento "que situação, hein, debord?" vai filmar tudo e passar no telão em frente ao Centro Cultural Banco do Brasil (RJ) na terça-feira, dia do encerramento do evento debordista.
Eu, como sempre, passo fome. (curtiram o jogo de palavras?).
Então é isso aí rapaziada. Conto com vocês. Postem suas respostas - por favor - nos comentários do blog e mandem as imagens (de onde for, pois o dia do nada não é um lugar, mas um propósito) posteriormente, para publicarmos.

7 comentários:

OFFeliz disse...

Pensar o nada




Nada , niente, rien

Non riende rien




Po ppensar o nada ja é demais

Isso é o meu desafio




Quem pode recusar , dizer NAO

Até ao pensamento, esse fluxo constante de idéias, lembranças, raivas, bobagems, coisas absurdas, ect

Fantasmas

Emfim







Most of the time,

Quem funciona como zapping nos engulidor avido de imagems, tempo todo,

Frenéticos, andando pela cidade

Correndo tentando apanhar o tempo

Fluxus zapping trailer

Nao acaba




O NADA ad infinitum

Nao consumir, nao fazer, nao mexer, nao pensar







NAO










Estado de excepçao , suspender o eu




Je est un autre entrar num attitude nao urbanoide , de

Nada nothing at all,




Zero

Mais nao ao que ??

Elegio do neant , neon,

Ser_aqui agora

Ato corajoso

Fazer o que??

Nada

Entao

Proporo uma sessao de imobilidade no meio dessa multidao agitada formigueiro escravo de atividades pra

Seila

Rencher

Reencher

Mais o que




O nada










Acoa de resistencia a traves do nao fazer, ficar so numa postura agravel a mais confortavel possivel,

E so ser

La aqui agora o depois o dia enteiro do D Day dia do nada

Outra invencao pra fazer algo




Ridiculo

Tal vez nem vou aparecer, isso seria

Zero atividade subversao ao trabalho alienante, zero movimento, motioless

Relaxar, ficar exposto ao acontecer num lugar comun publico, honde vou tentar criar um espaço meditativo privado ou nao

Exposta

Ao risco de roçar uma situaçao de ataque agressao ou conversa, enfim muitas tentaçoes pra sair do




NADA




Vertigem do nada

Medo do nada

Chegar ao nirvan samayana

Ausencia de perturbaçoes




Ta

Alternar o nao pensar e pra defrontar as tentaçoes de mexer com o pensamento, pra limitar ao massimo esse zapping de imagems que desfilam na mente.

Alternanar com exercicios de yoga, asanas ou posturas canonicas de yaoga, e outras

coreo-grafiasdo ritmo humano das ruas da cidades; pode ser tambem uma participaçao em um esporte coletivo, tipo futebol, volley ball...

dependendo do surgir, imprevisto da rua...




ainda nao sei onde vou deambular,

se voce tem algums sugestoes, fala!




As células autom’aticas ou desviantes do corpo humano. Os espetaculos catalisadores/ catatônicos ( nao sei o que que que que ker dizeR?);

Fragmentos do caos urbano revisitados. Nao Intervençao desapercebida

Ou déjà – vu, could be the best!




Acabo de citar um papo teorico chatamente e por acaso Achei de repente no meu escritorio

Um insignificante papelzinho





off

mickey mausssss disse...

rubens
sem comentários, tudo legal
o link da dig tá aberto lá.
domingo te damos uma resposta se vamos fazer mesmo na terça.
hoje pela manhã estive na TV pernambuco para uma entrevista sobre teatro de rua. blz.
d´pois desse DDN vamos voltar ao projeto de dar um pulo aí.
a casa aqui sempre foi sua e agora é grande pra caralho. virou nossa segunda sede. a primeira é o teatrão da ufpe.
ksss
botei aqui por ma atrapalhjar todo com esses emails.
não anda fácil ter 64 anos (will you feed me/will you need me? etc)

mickey mausssss disse...

eu ví aí tanto NADA que quando passei me deu vontade de lembrar também que os gregos tinham uma coisa chama apeiron- e que era um vazio cheio de coisas.
acho que pensaram isso depois que descobriram nosso link aqui.
ksssssssssssssss
mickey mausssssssssssssssssssssss

boca quente disse...

um cheio de vazios eu gosto, também.
posições iógues no meio do caos urbano eu chapo!

moana mayall disse...

esquece o yago cara

segunda vem criar

eu

vou fazer un discurso politico

quer dizer o paroxismo do nada

vem mexer,

vamos arasar

e ninguem vai me segurar!!!


creu arte, subversao, delirar nosso mundo.
refletir

se responsabilisar como artista,

chega

convido voces interagir como espetator ATIVO e cidadoa consciente


ACORDA GALERA JUVENTUDE CARIOCA
, vamos pensar conceito de sociedade de espetaculo, e noçao urbana de


psico geografia

o que que e?
no Rio?

mais a onde, gente?

NA PRAÇA SIMBOLICA 15, TA
TERÇA AS 18 H
CERVEJA LIBERADA,

ASSIM TOU SEGURA QUE A GENTE VAI MEXER SUA BUNDA E DAR UMA OLHADA E
EVENTUALMENTE INTERAGIR COM NOS
VJING surveillance wireless and performances

A retórica sonoro-imagética de conscientização do ser-urbano, ou seja, ações públicas de intervenção efetiva da arte-conceitual baseada numa releitura eruditachatamente deliciosa do DEBORD

QUE SITUAÇÃO, HEIN, Debord??

repensar a sociedade seculo XXI

NAO E CONFETE não

é coco!!!

sponsored by produtoras gostozonas da CCBB, Centro , CUltural, do Banco DO Brasil,
o gigante adormecido

beijos

vamos torcer pelo flamengo
e sefunda dia do nada
acho que vou pronunciar um discurso politico
que võce imagina de mai
vou pronunciar um discurso politico
que võce imagina de mais vazio??

offELIZZZZZZZZzzzzz

rz

boca quente disse...

nada
ou quase
pouco

o poema
faz-
se

Anônimo disse...

esta quinta-feira, o Flamengo assinou um contrato com o grupo Schincariol. Para ceder a imagem do clube e de novos e velhos atletas do time da Gávea, o Fla receberá R$120 mil por mês. A empresa, de cara, já liberou R$1 milhão para os cofres do Rubro Negro.

A Schincariol quer utilizar imagens do Fla em banners, placas de publicidade, latas temáticas, entre outros artefatos comerciais com o intuito de fortalecer a marca no rio de Janeiro.

De acordo com o contrato, as atividades promocionais do grupo terão o tema: "Alegria de Ser Rubro Negro".

(quando é para ser reativo eles são reativos. quando é para ser reativos, eles são afirmativos. E viva a chincariól, quer dizer, o mengão!)